A Profecia, o filme de 1976, dirigido por Richard Donner, é considerado um dos maiores clássicos do gênero de Terror e é o responsável por popularizar o número 666 como a Marca da Besta. Durante a produção do filme, os envolvidos contam que havia uma atmosfera estranha no estúdio. “Era como se o Diabo estivesse lá e não quisesse que o filme fosse gravado”.

Contou o produtor Harvey Benhard. Dois meses depois do ator Gregory Park ter aceitado o papel de “pai do anticristo”, seu filho suicidou-se com um tiro na cabeça. Além disso, o avião em que o ator viajava foi atingido por um raio enquanto ele ia para o set de gravações, na Inglaterra. O tratador de animais que trabalhou na cena dos Babuínos, quando Damien visita o zoológico, foi morto por um tigre no dia seguinte às gravações.

Mas o caso mais impactante é o do diretor de efeitos especiais John Richardson. Richardson dirigiu a famosa cena em que David Warner é decapitado por uma placa de vidro em um acidente com um caminhão. E na Sexta-Feira, 13 de Agosto de 1976, o diretor sofreu um acidente de carro e sua namorada foi decapitada na hora. Richardson conta que quando saiu do veículo, conseguiu ver uma placa com os dizeres “Ommen 66km” em meio aos destroços do acidente.