Sabe aquele momento em que você pensa antes de assistir o segundo episódio de alguma série: ”Ah, o primeiro foi muito bom, aposto que no segundo vai perder qualidade, como acontece com todas as outras séries”; Surpresa! Isso não acontece com Ash vs Evil Dead!

O segundo episódio começa já no momento onde o primeiro havia acabado. Ash precisa traduzir o Necronomicon, e Kelly precisa conferir a segurança de seu pai, então ela ”rouba” o Necronomicon para Ash ir ajudar ela.

Esse episódio usa e abusa dos clichês de filmes de terror, mas são bem usados. Claro que tem uns momentos de burrice de Kelly -sempre precisa de alguém burro(a), certo?-, e o clichê de o protagonista ficar com a arma presa, não conseguindo impedir o antagonista. Mas, fora isso, não há muito mal de se falar do episódio.

Há momentos muito engraçados, Ash duvidando se a mãe de Kelly é um Deadite ou não. As frases marcantes, no momento em que ele fala ”Boomstick” é para todo fãs de The Evil Dead” falarem: ”Ele disse… ELE DISSE!”. Tem jump-scares, tem gore em excesso, piadas com judeus -essa cena foi muito engraçada-, e uma trilha sonora foda.

Se a série continuar nesse ritmo, de um episódio foda após o outro, poderia bem concorrer ao Emmy para o ano que vem. Uma pena que só 1×01 foi com 40 minutos de duração, agora o resto será com 30 minutos apenas.

Nota (1×02): 9.8