No começo do episódio, Ash vai a floresta e acha os corpos dos amigos de Lem. Logo, o esquadrão com os amigos de Lem que restaram levam Ash e companhia para um esconderijo. E fica a pergunta: ”O que diabos aconteceu com Lem?” É explicado por um deles, e é legal apesar de óbvio demais.

Esse episódio não escapa dos clichês, tendo um esquadrão paranoico pensando que tudo é culpa do governo, e também tendo aquele personagem burro que vai investigar o barulho sozinho, luzes que se apagam na hora que o monstro vai aparecer e etc…

Há uma cena em que Ash e Amanda estão presos no mesmo local que um Deadite, essa cena tem um clima de tensão bem executado, gerando um suspense no telespectador e uma sensação de ansiedade em saber o que vai acontecer.

Os momentos realmente engraçados dessa vez ficam por conta de Pablo, que tem uma cena com o corpo de um Deadite militar que é bem cômica. Porém, como um todo o episódio foi bem sério para os padrões de Ash vs Evil Dead.

Apesar de ser um episódio com alguns clichês, algumas cenas incoerentes, por exemplo Ash dando em cima da Amanda e ela aceitando e ficando toda feliz. Porra, o Ash não era até então um cara procurado, perigoso, etc…? E agora você quer transar com ele? Enfim, o episódio tem os seus momentos, com climas de tensão e o velho gore em algumas cenas. O final desse episódio deixou uma boa e interessante abertura para o próximo.

Nota (1×07): 8.2