Um objeto descoberto pela Nasa, que tem sido classificado como um asteroide-cometa, foi visto se dirigindo em direção à Terra. O astro, chamado 2016 WF9, aparenta ser composto de gelo e ter 1 km de diâmetro. Ele foi detectado pela primeira vez em 2016 pela missão Neowise, da agência espacial americana.

Felizmente, a Nasa não acredita que o objeto irá atingir a Terra. A agência diz que ele passará a quase 51 milhões de quilômetros de distância de nosso planeta em 25 de fevereiro de 2017. De acordo com a Nasa, “a trajetória de 2016 WF9 está sob controle e o objeto não é uma ameaça para a Terra no futuro próximo”.

No entanto, há um homem que não acredita nas estimativas da Nasa. Pelo contrário, ele crê que o asteroide possa, de fato, atingir a Terra.

Segundo Dr. Dyomin Damir Zakharovich, um auto-proclamado astrônomo russo, o asteroide-cometa realmente vai atingir nosso planeta em 16 de fevereiro. Se isso realmente acontecer, o impacto teria o potencial de destruir milhões de pessoas e até mesmo países inteiros.

“O objeto chamado WF9 abandonou o sistema de Nibiru em outubro, no sentido horário, em torno do sol. Desde então, a Nasa tem noção que ele irá atingir a Terra, mas eles não estão contando a ninguém. Se o asteroide atingir a Terra, poderá destruir cidades ou provocar um enorme tsunami. Estamos todos em perigo”, disse Zakharovich.