A floresta de Hoia-Baciu fica nos arredores da cidade de Cluj-Napoca e também é conhecida como o “Triângulo das Bermudas da Romênia”.

Várias lendas urbanas narram encontros com extraterrestres na floresta e também a existência de redes imensas de catacumbas que ligariam as antigas igrejas da cidade.

Relatos incluem também histórias sobre fantasmas, aparições e fantasmas que apereciam nas fotos tiradas no local.

A notoriedade veio em 18 de agosto de 1968, quando o biólogo Sift Alexandru divulgou algumas fotos de um OVNI sobrevoando o bosque.

 

A vegetação na floresta é bem bizarra e algumas árvores parecem estar inexplicavelmente carbonizadas. A madeira é torcida e tão dura que dizem não poder ser cortada nem com um machado.

A fama do lugar misterioso, começou antes mesmo da década de 1960, depois que um pastor junto com suas 200 ovelhas desapareceu.

Depois do desaparecimento do pastor junto com suas 200 ovelhas, as atenções voltaram-se ao local.

O caso foi investigado e as buscas duraram vários dias, mas nenhum indício foi encontrado. Muitos acreditam que o pastor não morreu (já que nenhum sinal de cadáver, dele ou de suas ovelhas jamais foi achado), dizem que ele e seu rebanho foram transportados por um portal de passagem para outra dimensão.

O pastor e suas ovelhas não foram os únicos a desaparecerem. Nos vilarejos ao redor da floresta, contam que uma criança de 5 anos estava vagando pela floresta e depois de algum tempo, ela desapareceu. Dias depois, a criança retornou a sua vila, porém com aspecto de 5 anos mais velha e ainda vestindo a roupa que usava no dia do desaparecimento e sem memória de onde tinha ido.

Em outro caso, outra mulher desapareceu por vários dias ao entrar na floresta. Ao sair, ela havia perdido sua memória e a noção do tempo. Surpreendentemente encontraram um objeto que não lhe pertencia, em seu bolso, aparentemente pré-histórico.

Alguns visitantes viram vários acontecimentos estranhos na floresta, o fenômeno mais comum é o avistamento de misteriosas esferas luminosas, vozes femininas rindo, aparições e pessoas sendo arranhadas.

Na década de 1970, a área era um polo de avistamento de OVNI´s e luzes inexplicáveis. Alguns visitantes relataram um forte sentimento de ansiedade e a sensação de serem observados.

Pesquisadores realizaram um série de testes na região, utilizando dispositivos de medição. Os resultados revelaram emissões radioactivas, anomalias magnéticas, interferência eletromagnética, emissão de microondas e infravermelho extremamente anormais.

Em 18 de agosto de 1968 um técnico militar chamado Emil Barnea capturou uma famosa fotografia de um objeto sobre a floresta.

O avistamento mais recente foi relatado por uma menina: ela viu uma criatura humanóide muito alta, de cabelos ruivos e olhos azuis muito brilhantes, a garota descreveu como espadas flamejantes. Estava vestido com uma roupa branca e identificou-se como chefe de uma Legião Celeste.

Outros casos associados a floresta, são de fenômenos paranormais estranhos, que foram gravados e pesquisados por quase 50 anos.

Dizem que as ​​ árvores da floresta são assombradas pelos camponeses romenos que foram assassinados na floresta. Segundo médiuns que foram ao local, as almas desses fantasmas estão presas dentro dos limites arborizados de Hoia-Baciu e os fantasmas estão enfurecidos por sua situação.

Além das luzes estranhas, algumas pessoas dizem que o vento parece falar e as visões desses espíritos atormentados são presenciadas por viajantes aterrorizados. Pares de olhos verdes e uma névoa preta foram relatados.

Existe um platô circular nas profundezas da floresta, que é estranhamente desprovido de árvores e que muitos dizem ser a “casa” desses fantasmas. É quase um círculo perfeito na mata, onde nada cresce. As amostras de solo foram retiradas do site e analisados, mas os resultados mostram que não há nada no solo que devem impedir o crescimento de plantas. Fotos tiradas neste local revelam formas e contornos humanos que pairam no ar.

Recentemente uma série de televisão do programa Destination Truth, um investigador paranormal passou por uma terrível experiência na floresta. Ele não pôde levar a cabo seu trabalho, pois sofreu uma espécie de ataque fantasma: seu corpo ficou coberto de arranhões (enquanto suas vestes permaneceram intactas) e ele foi jogado no chão.

As lesões eram semelhantes àquelas que teriam sido produzidas pelas garras de um animal. O repórter conseguiu sair da floresta em uma ação de verdadeira fuga e decidiu não retornar ao local.

Praticantes de bruxaria visitam o local e dizem que os efeitos mágicos de seus rituais são mais fortes e mais efetivos, quando realizados na floresta. O local também é palco de cerimônias satânicas que atuam na escuridão e no sigilo.

A maioria das pessoas que moram perto da floresta, tem medo da floresta Hoia-Baciu e acreditam que espíritos habitam na floresta, muitos acreditam que quem entra, nunca mais sai de lá. Os que conseguiram entrar e sair vivos da floresta relatam que dentro da floresta sentiram dores de cabeça, erupções cutâneas, queimaduras, vômitos, náuseas, arranhões, necrose, ansiedade e outras sensações corporais incomuns.

Especialistas de todo o mundo são fascinados pela floresta, cientistas da Alemanha, França, Estados Unidos e Hungria conseguiram capturar objetos bizarros em filmes e fotos, incluindo rostos e aparições. Algumas das aparições são vistas a olho nu e outros só através de aparelhos.

A floresta de Hoia-Baciu é um dos lugares de maior ocorrência de aparições sobrenaturais, OVNIs ou luzes estranhas e outros fenômenos inexplicáveis do planeta e a sua fama continua a atrair turistas.