Em 1965, a família Defoe comprou uma casa grande na Avenida Ocean, número 112. Na casa moravam o Sr. e a Sra Defoe e seus 5 filhos.

A família enfrentava alguns problemas familiares, seu filho mais velho, Ronald “Butch” Júnior, era viciado em drogas e roubava. Devido as atitudes do filho, as brigas eram comuns entre Ronald “Butch” Júnior e seu pai.

No dia 13 de novembro de 1974, o filho problemático, resolveu matar todos da sua família. Com uma carabina em mãos, ele foi até o quarto dos pais e os matou, depois foi no quarto de cada um dos seus irmãos e disparou contra eles.

A polícia logo prendeu Ronald “Butch” Júnior, que no início dizia que os pais tinham envolvimento com a máfia.
À polícia ele disse que “Começou tudo muito rápido. Assim que comecei, não consegui parar. Foi tudo muito rápido”.
Ele foi julgado e condenado a mais de 100 anos de prisão, e atualmente está na prisão Green Haven em Nova York

Um ano depois do massacre da família Defeo, a casa foi vendida e em dezembro de 1975, a família Lutz, comprou.

A família era composta por George e Kathy Lutz e seus 3 filhos Daniel, de 9 anos, Christopher, de 7 e Missy, de 5. Mesmo sabendo da história trágica que aconteceu na casa, a família não se importou e mudou.
Antes de se mudarem levaram um padre para abençoar o local. Só que a família Lutz ficou somente 28 dias no local. Eles fugiram, deixando todas as suas coisas na casa.

Eles contaram que surgiam enxames de moscas do nada, portas e janelas abriam e fechavam abruptamente, mãos invisíveis os arranhavam durante a noite, ouviam barulhos, sons de tiro e até visões de fantasmas.

A família Lutz, chamou o escritor Jay Anson para escrever um livro contando suas experiências e em 1977, a editora Prentice Hall publicou o livro “Horror em Amityville”.

Foram vendidas mais de 3 milhões de cópias do livro e a família Lutz viajou pelos EUA contando sua história.

Em 1979, foi produzido um filme baseado no livro, os fãs dizem que o filme inspirou mais três sequências: Amityville II: A Possessão, Amityville 3-D, e um especial para TV Amityville IV: A Maldição. Em 2005 foi lançada uma refilmagem do original Horror em Amityville.

Vários investigadores ficaram sabendo da casa mal-assombrada e resolveram investigar o local, principalmente Os Warrens.

Ed Warren e Lorraine Warren fizeram uma investigação completa do caso e concluíram que a casa era realmente assombrada.

Dizem que a família Lutz inventou a história para ganhar dinheiro, foi lançado um livro “The Amityville Horror Conspiracy”, dos autores Stephen e Roxanne Kaplan que afirmam isso.

Loraine Warren até hoje, afirma que a casa realmente é mal-assombrada e que passou por experiências horríveis ao lado de seu marido durante as investigações.

Recentemente a casa, foi vendida por US$ 850 mil.