‘A Maldição da Chorona’ faz parte do ‘Universo Invocação do Mal’. Apesar disso não espere grandes referências aos outros filmes já lançados.

A Chorona é uma lenda do folclore mexicana muito famosa, talvez você se lembre de uma citação marcante em um episódio de Chaves. É daquelas histórias pra fazer as crianças se comportarem, como a nossa Cuca ou Bicho-Papão. Sabemos que isso é mais do que o suficiente pra transformar em um terror para adultos.

O longa é ambientado nos anos 70 e com isso traz alguns elementos que causam certa angustia, além disso há no enredo uma série de clichês do cinema terror. Entretanto, é entregue um filme bem digno levando em consideração esses fatores e também a premissa.

O filme tem um início e um andamento muito bons, não é daqueles que demoram pra começar a tentar assustar, nem para explicar as coisas. Por outro lado, dar tudo muito mastigado pode incomodar um pouco alguns expectadores.

No geral temos cenas bem construídas, bem dirigidas e que prendem a nossa atenção. A tensão é presente quase que o tempo todo. As atuações deixam um pouco a desejar e sentimos um pouco a falta de um grande protagonista, mas isso não chega a pesar negativamente. Um personagem secundário acaba roubando um pouco a cena, tomara que voltemos a vê-lo em outros filmes do universo.

Ainda este ano teremos ‘Annabelle 3 – De Volta Para Casa’.

‘A Maldição da Chorona’ estreia dia 18 de abril nos cinemas do Brasil.

Confira a sinopse do filme:

“La Llorona, a mulher chorona. Uma aparição horripilante, presa entre o céu e o inferno, presa em um terrível destino que foi selado por sua própria mão. A menção de seu nome provocou terror em todo o mundo por várias gerações. Em vida, ela afogou os seus filhos em uma raiva egoísta, se jogando no rio logo em seguida e depois ela chorou de dor. Agora as lágrimas dela são eternas, elas são letais e aqueles que ouvem seu choro de noite serão condenados. La Llorona se arrasta nas sombras e ataca as crianças, desesperada tentando substituir seus filhos. Com o passar dos séculos, seu desejo tornou-se mais voraz e seus métodos mais aterrorizantes. Em Los Angeles, nos anos 70, La Llorona está perseguindo as crianças a noite. Ignorando o misterioso aviso, uma assistente social e seus filhos são levados a um reino sobrenatural assustador. Sua única esperança de sobreviver à ira mortal de La Llorona é um padre desiludido e o misticismo que pratica para manter o mal à distância, nas margens onde o medo e a fé colidem. Cuidado com o seu lamento arrepiante … ela não vai parar e irá atraí-lo para a escuridão. Pois não há paz para sua angústia. Não há piedade para a alma dela. E não há como escapar da maldição de La Llorona.”

Michael Chaves é o diretor do filme.

James Wan é o produtor do filme.