O diretor Adam Wingard, contou em entrevista ao site Hollywood Reporter, que quer fazer a continuação da adaptação do anime produzido pela Netflix ‘Death Note’.

Veja o que ele disse:

“Ainda há muitos lugares para explorar com Light. É sobre a desgraça dele, como personagem. O primeiro filme é o começo ou a origem disso. Já sabemos onde podemos levar o personagem, e espero que pessoas suficientes assistam ao filme e a Netflix encomende uma continuação. Eles definitivamente estão prontos para isso, só precisam que o público assista o filme.”

‘Death Note’, acompanha a história de um estudante que encontra um caderno sobrenatural: ao escrever nele o nome ade alguém e imaginar seu rosto, essa pessoa morre. Seduzido por esse novo poder, o jovem começa a matar aqueles que ele acha que não merecem viver.

Adam Wingar (Bruxa de Blair, Você é o Próximo) é o diretor do filme.

Recentemente o diretor Adam Wingard falou em uma entrevista sobre o filme ‘Death Note’, ele falou sobre as diferenças entre a obra original e o filme da Netflix , veja o que ele disse:

“Você está em um país diferente, em um ambiente completamente diferente e está tentando resumir uma série em um filme. Para mim, se tornou mais sobre o que esses temas representam para a América nos dias de hoje e como isso afeta como contamos nossa história. Em última análise, a perseguição entre Light e L, os temas bondade e maldade e o que existe nessa área cinza entre eles. Essas são as coisas principais de ‘Death Note’ que estamos buscando. O filme pegará os temas do que cada personagem é, mas os explora em um contexto completamente diferente. As personalidades dos personagens são um pouco diferentes, o único personagem que está no filme da mesma forma que está no anime é o Ryuk.”