A Netflix divulgou o trailer da 1ª temporada da série documental ‘Cena do Crime’.

Cada temporada explorará um caso diferente, a 1ª temporada se chamará ‘Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil’ e será sobre o misterioso desaparecimento de Elisa Lam.

A 1ª temporada da série buscará mostrar o que realmente aconteceu com a estudante universitária e turista Elisa Lam, que se hospedou em 2013 no Hotel Cecil em Los Angeles. A série documental terá entrevistas com funcionários e hóspedes do hotel e com autoridades que investigaram o caso.

A temporada também mergulhará na história do hotel, mostrando suas origens humildes, as mortes prematuras no local e os hóspedes serial killers.

Sinopse:

“Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil é a primeira temporada de uma nova série documental que desconstrói a mitologia e os mistérios em torno de locais infames de crimes contemporâneos. Há quase um século, o Hotel Cecil, no centro de Los Angeles, é associado a algumas das mais notórias atividades da cidade, de mortes prematuras a hóspedes serial killers. Em 2013, a universitária Elisa Lam estava hospedada no Cecil quando desapareceu, iniciando um frenesi na mídia e mobilizando uma comunidade global de detetives internéticos ansiosos para solucionar o caso. O desaparecimento de Lam, mais recente capítulo na complexa história do hotel, oferece uma visão arrepiante e cativante de um dos locais mais nefastos de LA.”

A série documental tem a direção de Joe Berlinger (Conversando com um serial killer: Ted Bundy).

A série estreia dia 10 de fevereiro, a 1ª temporada terá 4 episódios.

Confira o trailer:

“Com um passado de assassinos em série e mortes suspeitas, o Hotel Cecil é conhecido como o hotel mais mortal de Los Angeles. E o último capítulo de sua história sombria envolve o desaparecimento misterioso da estudante universitária Elisa Lam.”

O caso sobre o misterioso desaparecimento de Elisa Lam:

Elisa Lam, era uma jovem canadense que em 2013, foi encontrada morta dentro de uma das caixas d’água do hotel Cecil. As autoridades responsáveis pela investigação classificaram o caso como afogamento acidental.
A necropsia realizada no corpo de Lam não revelou qualquer sinal de violência e os exames toxicológicos não indicaram a presença de drogas ou álcool. No entanto, as estranhas circunstâncias envolvendo o afogamento da moça levantaram muitas suspeitas, motivando o surgimento de várias teorias da conspiração para explicar o caso.
O cadáver foi encontrado por um funcionário do hotel dentro de uma das quatro caixas d’água, o rapaz foi até lá checar o que havia de errado depois que alguns hóspedes começaram a reclamar do sabor da água.
As caixas d’água, ficavam em um lugar de difícil acesso e ninguém sabe explicar como é que Lam foi parar dentro de uma delas. A câmera de segurança do elevador do hotel registrou o momento em que a canadense sobe até o terraço, e as imagens revelaram um comportamento bem bizarro.

Assista o vídeo, de Elisa no elevador: