Alex Proyas, diretor da verão original do filme ‘O Corvo’, fez uma postagem no facebook criticando a nova versão que será feita do filme.

A nova versão do filme ‘O Corvo’ se chamará ‘The Crow Reborn’ e terá o ator Jason Momoa como protagonista e Corin Hardy (‘A Freira’) será o diretor do filme.

A nova adaptação será mais fiel aos quadrinhos criados por James O’Barr, em 1989.

No desabafo ele diz que o filme de 1994 é um dos legados de Brandon Lee e que deveria se manter intacto.

O ator Brandon Lee, protagonista do filme ‘O Corvo’, faleceu durante as filmagens em um trágico acidente.

Um trecho do desabafo:

“Eu terminei o filme para Brandon — lidando com o luto, junto de uma equipe que me deu suporte e que amava Brandon. Fomos banhados com a força e o espírito de Brandon.
‘O CORVO’ não seria um filme digno de um remake se não fosse por Brandon Lee. Se não fosse por ele, muita gente não teria sequer conhecido esse personagem underground dos quadrinhos. É o filme do Brandon. Eu acho que esse é um caso especial em que Hollywood deveria deixar um filme intacto como um testamento para o talento e o sacrifício de um homem — sem colocar outras pessoas para reescreverem a história ou mudá-la. Eu sei que o filme teve sequências e séries de TV, mas a ideia de recomeçar essa história, um personagem que Brandon deu vida a um custo alto, parece errada para mim. Deixe esse ser o filme de Brandon.”

Veja o desabafo completo no Face do diretor:

A morte de Brandon Lee:

Uma das cenas rodadas exigia que uma arma fosse carregada, engatilhada e apontada para a câmera mas, por causa da curta distância, a munição carregada era de verdade mas sem pólvora.

Após a realização desta cena, o assistente do armeiro, limpou a arma para retirar as cápsulas, mas um dos projéteis ficou no cano. A cena seguinte envolvendo a mesma arma era a do estupro de Shelly, e ela foi carregada com balas de festim (com duas ou três vezes mais pólvora para fazer mais barulho).

Brandon Lee entrou no set carregando uma sacola de supermercado contendo um saco de sangue explosivo. No roteiro constava que o vilão Funboy deveria atirar em Eric Draven quando ele entrasse na sala, estourando o saco de sangue. Assim, o projétil que estava preso no cano foi disparado, matando o ator em cena. Os negativos com a filmagem de sua morte foram destruídos e nunca foram revelados.