Ted Bundy, é considerado um dos mais cruéis assassinos da história dos Estados Unidos. Estima-se que entre os anos de 1974 e 1978, o assassino tenha matado aproximadamente 35 mulheres. Em alguns casos, ele tinha relações sexuais com as vítimas depois de matá-las.

O site The News Tribune, recentemente divulgou que a casa em que o serial killer morou teria sido palco de assombrações.

Veja também: Conheça a história de Ted Bundy: um dos mais famosos serial killers dos EUA

O site The News Tribune disse, que tudo começou em setembro do ano passado, quando um homem chamado David Truong comprou a casa com a intenção de reformá-la e vendê-la por um preço maior. O novo proprietário não chegou a fazer qualquer pesquisa sobre o passado do imóvel, portanto, não fazia ideia de que a residência tinha conexão com um dos maiores serial killers dos EUA.

A casa se encontra na cidade de Tacoma, em Washington, e David contratou uma empresa para realizar as reformas. O responsável pela companhia é um homem chamado Casey Clopton, e ele contou que visitou o imóvel pela primeira vez em outubro do ano passado em companhia de sua filha de 11 anos de idade. Ele disse que, durante a inspeção, a menina ficou cismada com o lugar e começou a chorar.

Algumas semanas depois, quando a reforma teve início, não demorou até que coisas estranhas começassem a acontecer no local. Segundo Casey Clopton, teve um dia em que a equipe entrou na casa e se deparou com todas as portas dos armários abertas (o local estava trancado e ninguém tinha entrado lá), eles também encontraram as palavras ‘Me Ajude’ escritas em uma das janelas do porão.

Enquanto a equipe trabalhava no porão, os funcionários de Clopton teriam ouvido uma pesada cômoda cair no andar superior da residência. Além disso, celulares e outros aparelhos eletrônicos desligavam do nada e algumas vezes, quando eram colocados para carregar, apareciam desligados das tomadas.

A equipe também encontrou a palavra ‘Vá Embora’ escrita sobre uma grossa camada de poeira no chão de um dos quartos, mas nenhuma marca de pegadas estava ao redor do recado. Depois de diversas ocorrências como essas, Clopton resolveu conversar com alguns vizinhos a respeito do que estava acontecendo e foi então que ele descobriu que a casa havia sido habitada por Ted Bundy.

Veja também: Zac Efron vai interpretar o serial killer Ted Bundy nos cinemas

Clopton, resolveu contar tudo que estava acontecendo na casa e falar quem já havia morado na casa para o proprietário.

Eles estão resolveram chamar alguém para dar uma olhada e abençoar o imóvel. Dois pastores estiveram no local. Eles foram aconselhados a trabalhar ouvindo músicas religiosas, a equipe chegou a escrever versos bíblicos nas paredes da casa. Com o fim da reforma, os trechos acabaram sendo pintados, mas Clopton acredita que eles continuam oferecendo proteção mesmo assim.

Fonte: Mega Curioso